Português   English   Español

Macron pede união franco-alemã para conter guinada à direita

Em Berlim, capital da Alemanha, Macron pede união franco-alemã para evitar que o mundo ‘mergulhe no caos’.

O presidente Emmanuel Macron pediu durante discurso em Berlim, neste domingo (18), que a Alemanha inaugure com a França uma nova etapa na construção da Europa para evitar que o mundo “mergulhe no caos” e assim se garanta a paz.

Em um discurso na Câmara dos Deputados alemã, Macron afirmou:

A Europa, e dentro dela o par franco-alemão tem a obrigação de não deixar o mundo mergulhar no caos e sim acompanhá-lo no caminho da paz, e, para isso, a Europa deve ser mais forte, mais soberana.

“Nosso mundo está numa encruzilhada”, acrescentou, alertando contra o risco de cair no “nacionalismo sem memória” e no “fanatismo sem referências”.

A luta contra o desafio do populismo não está ganha, disse Macron. “Implica assumir novos riscos e superar as dúvidas”.

Apesar do início cordial nas relações entre Donald Trump e Emmanuel Macron, os dois líderes estão trocando farpas desde que Macron decidiu se apresentar ao mundo como um defensor do globalismo.

Em declarações recentes, o presidente da França chegou a mencionar a criação de um exército globalista para defender a União Europeia (UE) de seus inimigos, entre eles os Estados Unidos, conforme informou a Renova Mídia.

Em agosto, Macron também se colocou como o “principal opositor” dos países com líderes direitistas na Europa, principalmente aqueles que rejeitam a agenda de fronteiras abertas imposta pela UE.

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter