Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Macron perde maioria absoluta parlamentar na França

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Macron interferiu na Amazônia com imagem de fotógrafo morto em 2003

Com sua popularidade sendo corroída por suas polêmicas reformas econômicas e sociais, Macron segue perdendo deputados aliados.

O partido governista na França, a República em Marcha (LREM), perdeu sua maioria absoluta, nesta segunda-feira (18), na Assembleia Nacional, a Câmara baixa do Parlamento.

O partido foi fundado pelo presidente francês, Emmanuel Macron.

A movimentação no cenário político derrubou a bancada do presidente Macron para 288 deputados, faltando uma vaga para a maioria absoluta de 289 assentos de que o partido do governo desfrutava até agora.

A situação aconteceu após a criação de um novo grupo parlamentar por alguns dissidentes da sigla da situação.

Batizado de “Ecologia, Democracia, Solidariedade”, a sigla se define como “independente” e é composto por 17 deputados – a maioria, ex-membros do LREM.

Essa perda tem um grande simbolismo, mas, na prática, o partido do governo pode recuperar rapidamente a maioria absoluta com a chegada do substituto para a vaga de um deputado que renunciou recentemente, destaca a agência France-Presse.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email