Português   English   Español

Macron promete agir contra protestos dos ‘coletes amarelos’

Pelo terceiro final de semana seguido, protestos dos coletes amarelos transformaram Paris em um campo de guerra.

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse neste sábado (1º) que jamais aceitará a violência.

A declaração foi uma resposta ao protesto do movimento dos “coletes amarelos”, que causou danos significativos em Paris.

Em entrevista durante a reunião de cúpula do G20, Macron declarou:

Nenhuma causa justifica que as forças de ordem sejam atacadas, que lojas sejam saqueadas, que pedestres ou jornalistas sejam ameaçados, que o Arco do Triunfo seja sujo.

E acrescentou:

Os responsáveis por esta violência não querem mudanças, não querem melhorar nada, querem o caos. Traem as causas a que pretendem servir e que manipulam. Serão identificados e responsabilizados por seus atos ante a Justiça.

O presidente da França convocou uma “reunião interministerial” com os serviços competentes para a próxima segunda-feira, quando estará de volta a Paris, informa o UOL.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter