Macron se coloca como principal defensor da imigração ilegal

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O presidente francês, Emmanuel Macron, respondeu nesta quarta-feira (29) aos dirigentes húngaro Viktor Orban e italiano Matteo Salvini que “têm razão” ao considerá-lo seu “principal opositor” na Europa em matéria de migração.

Durante visita a Milão, o premiê húngaro, Viktor Orban, chamou de “herói” o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, e considerou Emmanuel Macron seu principal adversário na Europa, por estar “à frente das forças políticas que apoiam a imigração”.

As lideranças da Hungria e Itália deixaram claro que compartilham um posicionamento duro contra as políticas de migração desenfreada impostas pela União Europeia aos países membros.

Em resposta aos comentários do premiê húngaro, o presidente da França respondeu:

Não cederei frente aos nacionalistas e àqueles que pregam discursos de ódio. Se quiseram ver na minha pessoa seu principal opositor, têm razão.

E acrescentou:

Nos próximos dias e meses, teremos que tomar decisões profundas para tratar a questão da migração. Isso implica sermos sérios e responsáveis, mantendo-nos fiéis aos nossos valores, como o direito de asilo, com uma verdadeira política a respeito dos países de origem e no nível interno.

Em 20 de setembro, será realizado em Salzburgo um Conselho Europeu sobre este tema, o qual divide os 27, a alguns meses das eleições para o Parlamento Europeu. A migração terá um papel importante na disputa.

 

Adaptado da fonte AFP

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.