Português   English   Español
Português   English   Español

Maduro abre as portas da Venezuela para guerrilheiros das FARC

Maduro abre as portas da Venezuela para guerrilheiros das FARC
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A declaração de Maduro reforça as denúncias da Colômbia de que está oferecendo abrigo a grupos armados.

O ditador Nicolás Maduro abriu as portas da Venezuela para dois comandantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) que estão desaparecidos.

Falando ao lado do ditador de Cuba, Miguel Díaz-Canel, na cerimônia de encerramento do Foro de São Paulo, Maduro qualificou Iván Márquez e Jesús Santrich como “líderes da paz”.

Márquez desapareceu no ano passado depois que seu sobrinho foi preso e levado aos Estados Unidos para cooperar com investigadores antitráfico.

Mais cedo neste mês, a Suprema Corte da Colômbia ordenou a prisão de Santrich por ele não ter comparecido a um interrogatório sobre acusações de tráfico de drogas dos EUA.

Autoridades da Colômbia acreditam que guerrilheiros e combatentes dissidentes das FARC que se uniram ao Exército de Libertação Nacional (ELN) estão escondidos na Venezuela e recebendo proteção de Maduro, informa o site UOL.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!