Maduro ataca EUA e ignora crise humanitária na Venezuela

Idiomas:

Português   English   Español
Maduro ataca EUA e ignora crise humanitária na Venezuela
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Ditador venezuelano acusa EUA de impulsionar invasão com “falsa desculpa” de crise humanitária.


Ao ler uma carta em um ato na Praça Bolívar de Caracas, o ditador Nicolás Maduro acusou a Casa Branca de armar uma “coalizão internacional” para “cometer a grave loucura de intervir militarmente na Venezuela sob a falsa desculpa de uma crise humanitária inexistente”.

A declaração coincide com a chegada de ajuda humanitária enviada pelos Estados Unidos à cidade colombiana de Cúcuta, fronteiriça com a Venezuela.

O líder opositor Juan Guaidó, chefe do Parlamento e reconhecido como presidente interino do país petroleiro por cerca de 40 governos da América e Europa, está coordenando a entrada da ajuda ao país.

Na quarta-feira, Maduro qualificou essa ajuda como um “show barato”, negando-se a aceitar que passe pelas fronteiras, enquanto Guaidó pedia aos militares que permitissem o cruzamento.

“Nem com show, nem com golpes fracassados, nem com ameaças de intervenção, nem com agressão diplomática, nunca puderam nem poderão conosco!”, disse o ditador, segundo a agência AFP.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...