Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Maduro chama Mourão de ‘louco’ e ‘covarde’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Maduro chama Mourão de “louco” e “covarde”

Além de insultar o general Mourão, o ditador venezuelano disse que no novo governo brasileiro “um é mais louco que o outro”.

Nicolás Maduro proferiu nesta quarta-feira (12) uma série de insultos contra o governo do presidente eleito brasileiro Jair Bolsonaro.

O alvo principal foi o vice-presidente, Hamilton Mourão, que foi chamado de “louco” e “covarde” pelo chavista, que disse ainda que o general reformado “fala todos os dias em invadir a Venezuela”.

As declarações foram feitas em discurso no palácio de Miraflores, em Caracas, e transmitidas pela televisão.

O ditador da Venezuela declarou:

No governo [brasileiro] que se inicia, um é mais louco do que o outro. Há um vice-presidente, um general, se chama Hamilton Mourão. Ele age como um presidente paralelo. Todos os dias fala de política internacional. Quase não se escuta a voz de Jair Bolsonaro, o presidente eleito.

Maduro acrescentou:

Esse vice-presidente fala todos os dias que quer invadir a Venezuela. Ele tem uma cara de louco. Quero ver se esse louco covarde vai vir até aqui à frente das suas tropas.

Por outro lado, o líder comunista afirmou que, mesmo com a posição de Mourão, “as forças militares do Brasil querem paz”.

No mesmo discurso, Maduro também acusou o conselheiro de segurança da Casa Branca, John Bolton, de preparar, em conjunto com a Colômbia, um plano para assassiná-lo, e de ter envolvido o Brasil em uma conspiração para desestabilizar a Venezuela, conforme noticiou a Renova.

Adaptado da fonte DW

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email