Português   English   Español

Maduro classifica sanções dos EUA de ‘criminosas e loucas’

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, qualificou nesta sexta-feira (2) de “criminosas e loucas” as sanções impostas pelos Estados Unidos contra suas exportações de ouro.

Maduro afirmou que as sanções americanas prejudicam mais o empresariado do que o Estado.

Em discurso no canal estatal VTV, o ditador Nicolás Maduro afirmou:

Se alguém está sendo prejudicado por estas sanções criminosas e loucas que de vez em quando o governo dos Estados Unidos adotam contra Venezuela é o setor privado, os empresários, que são perseguidos, têm suas transações bloqueadas.

E acrescentou:

São loucos, dementes, talvez seja preciso um psiquiatra como Jorge Rodríguez [ministro da Comunicação de Maduro] para entender as decisões dos Estados Unidos.

Na quinta-feira (1º), os Estados Unidos aumentaram a pressão sobre a Venezuela ao anunciar sanções contra as exportações de ouro, acusando o país de ser, junto com Cuba e Nicarágua, uma “troika da tirania”, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte AFP

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...