- PUBLICIDADE -

Maduro corta cinco zeros da moeda venezuelana para driblar hiperinflação

- PUBLICIDADE -

Bolívar soberano, moeda anunciada em março pelo ditador Nicolás Maduro, ainda não foi implementada porque novas cédulas ainda não chegaram ao país.

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, ampliou de três para cinco o número de zeros que serão cortados quando vigorar a nova família de notas do bolívar, agora prevista para 20 de agosto.

O chamado bolívar soberano, que substituirá o bolívar forte, havia sido anunciado em março pelo líder da Venezuela e deveria ter começado a valer em 4 de junho, mas as cédulas que substituirão as atuais ainda não chegaram ao país.

Pelas contas da Assembleia Nacional, ligada à oposição, a inflação no país entre março e junho foi de 1.339%, ou seja, uma alta de quase 13 vezes nos preços – o regime não divulga cifras econômicas oficiais desde 2015.

Com informações da Gazeta do Povo
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -