- PUBLICIDADE -

Maduro culpa Bolsonaro pela ‘morte de milhares de brasileiros’

ONU aprova missão para investigar ditadura Maduro
- PUBLICIDADE -

Em entrevista à rádio argentina, Maduro apelidou Bolsonaro “coronalouco”. 

Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, aproveitou a pandemia do novo coronavírus para renovar ataques ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em entrevista a uma rádio argentina (AM750), Maduro chamou o mandatário do Brasil de “coronalouco”, acusando Bolsonaro de “irresponsabilidade” e por causar o “contágio e a morte de milhares de brasileiros”.

Maduro também disse que será bastante provável que as eleições legislativas da Venezuela, previstas para o dia 6 de dezembro, “tenham de ser adiadas”:

“Temos como prioridade combater a pandemia, e seria uma irresponsabilidade agora se eu confirmasse que haverá eleições.”

Ainda segundo o ditador, a pandemia teve consequências tão graves na Europa e nos Estados Unidos porque estes não trataram o tema com seriedade “por preconceito, porque vinha da China”.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -