Português   English   Español
Português   English   Español

Maduro dá ultimato de 48h para Grupo de Lima reconhecer sua ditadura

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Maduro dá ultimato de 48h para Grupo de Lima reconhecer sua ditadura

O ultimato de 48 horas foi dado em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (9), um dia antes dele tomar posse para iniciar o novo mandato de seis anos.

O ditador Nicolás Maduro ameaçou tomar medidas diplomáticas contra os países que integram o Grupo de Lima, entre eles o Brasil, caso eles não voltem atrás em sua decisão de não reconhecer o novo mandato do venezuelano.

Em discurso na capital Caracas, segundo o “Yahoo“, o ditador Maduro declarou:

Hoje foi entregue a todos os governos do cartel de Lima uma nota de protesto, onde exigimos uma retificação de suas posições sobre a Venezuela em 48 horas ou o governo da Venezuela tomará as mais urgentes medidas diplomáticas.

O ditador da Venezuela não disse quais ações irá tomar contra os países, mas sua capacidade de revidar é bastante limitada porque ele já rompeu relações diplomáticas com a maior parte dos membros do Grupo de Lima.

Maduro disse que considera inaceitável a posição do bloco, que anunciou na última sexta-feira (4) durante um encontro na capital peruana que não reconheceria o novo mandato de Maduro e pediu que ele transferisse seus poderes para a Assembleia Nacional, de maioria opositora.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!