Maduro diz que não romperá aliança com Cuba

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Junto a Cuba continuamos trabalhando”, afirmou o ditador Maduro.

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, advertiu nesta quinta-feira (9) que as “ameaças” dos Estados Unidos contra Cuba não romperão a aliança entre os dois regimes comunistas.

Em um ato transmitido pela TV, Maduro declarou:

“O imperialismo ataca a relação entre Cuba e Venezuela porque é uma relação baseada no respeito […] O imperialismo deve saber que nenhuma de suas ameaças poderão quebrar a indeclinável vontade de continuar marchando Cuba e Venezuela pelo caminho da libertação.”

Em 30 de abril, coincidindo com uma insurreição militar fracassada liderada pelo presidente interino Juan Guaidó, o presidente americano, Donald Trump, ameaçou Cuba com um “embargo pleno e total” e “sanções de alto nível” se não retirasse seus soldados da Venezuela, como noticiou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.