Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Maduro diz que tomará ações legais contra sanções dos EUA

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Maduro diz que tomará ações legais contra sanções dos EUA

A ditadura chavista garantiu que tomará ações legais para defender filial da estatal petroleira PDVSA nos Estados Unidos.

Nicolás Maduro disse nesta segunda-feira (28) que tomará ações “legais” diante das novas sanções impostas pelos Estados Unidos contra a estatal petroleira PDVSA e sua filial nesse país, a Citgo.

Ao receber os diplomatas que estavam em território americano, Maduro declarou:

“Querem roubar a empresa Citgo de todos os venezuelanos e venezuelanas. Fique alerta, Venezuela, os Estados Unidos hoje decidiram transitar o caminho de roubar a empresa Citgo da Venezuela.”

O governo de Donald Trump sancionou nesta segunda a PDVSA, segundo anunciou o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, registrou a RENOVA.

As sanções afetam US$ 7 bilhões em ativos da PDVSA nos Estados Unidos e, de acordo com o assessor de Segurança Nacional, John Bolton, provocarão outros US$ 11 bilhões em perdas para a petrolífera ao longo do próximo ano.

O ditador da Venezuela instruiu o presidente da PDVSA, Manuel Quevedo, a iniciar “ações políticas e legais em tribunais americanos e do mundo” em defesa da “propriedade e riqueza da Citgo”, informa o “UOL“.

Maduro também acusou o autoproclamado presidente interino Juan Guaidó de ter impulsionado estas sanções, que significam um duro golpe ao fluxo de caixa do país.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email