Português   English   Español

Maduro diz que Venezuela está pronta para repelir invasão militar

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou o Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, de “lixo”, em resposta à sua declaração sobre uma possível intervenção militar.

Na semana passada, o chefe da OEA disse que para resolver a situação na Venezuela não se pode descartar nenhuma opção, incluindo uma possível invasão militar.

Durante uma entrevista coletiva em na capital venezuelana Caracas, Maduro declarou:

Quanto ao lixo, que é o secretário-geral da OEA, ele está no ferro-velho da história. A Venezuela é um país de homens e mulheres que forçará esse lixo a respeitá-los.

Nicolás Maduro também pediu que Luis Almagro preparasse, de fato, uma invasão militar, já que ele a havia anunciado:

Se você disser que precisa invadir a Venezuela, prepare seu rifle. Estamos esperando por você aqui.

Mais cedo nesta terça-feira (18), a Assembléia Nacional Constituinte da Venezuela emitiu uma declaração exigindo a renúncia imediata do secretário-geral da OEA.

A declaração de Almagro fez com que dezenas de países do Grupo de Lima assinassem uma nota negando a intenção de intervir militarmente contra a ditadura chavista.

O Brasil foi uma das nações que assinou o documento. O novo presidente da Colômbia, Ivan Duque, optou por não colocar seu país na ista.

Adaptado da fonte Sputnik Brasil

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter