Português   English   Español

Maduro investe na Huawei para facilitar repressão na Venezuela

Maduro investe na Huawei para facilitar repressão na Venezuela
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A gigante tecnológica chinesa é peça chave na disputa comercial entre Pequim e Washington.


Kimberly Breier, secretária-adjunta de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental do Departamento de Estado americano, disse que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, está investindo na tecnologia chinesa para manter “seu controle e repressão”.

No final do mês de meio, Maduro anunciou que investirá na multinacional Huawei e em outras empresas da China e Rússia para aumentar a capacidade de telecomunicações e estabelecer a rede 4G na Venezuela.

Na presença de militares, o líder chavista ordenou, sem dar detalhes, realizar um “investimento imediato”.

Em um tuíte publicado na última segunda-feira (10), a autoridade do alto escalão do governo dos Estados Unidos disse que Pequim “não ajuda o povo venezuelano, apenas a si mesma”.

Breier disse em abril que governos opressores estão comprando tecnologia da China que lhes permite rastrear e monitorar seus cidadãos, informa o site Epoch Times.

O anúncio de Maduro causou repúdio imediato do presidente encarregado Juan Guaidó, que argumenta que Maduro tem uma “desconexão absoluta com a realidade” e assegura que as falhas nos serviços dentro na Venezuela são uma consequência do “mau uso dos recursos e fundos do Estado”.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...