Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Maduro não ficará impune’, diz EUA sobre ataque contra índios

'Maduro não ficará impune', diz EUA sobre ataque contra índios
COMPARTILHE

Trump advertiu ao ditador da Venezuela “e aqueles que seguem suas ordens” que não ficarão “impunes” após ataque na fronteira com o Brasil que deixou dois mortos.

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (22), a Casa Branca afirmou:

“Os Estados Unidos condenam veementemente o uso da força pelos militares venezuelanos contra civis desarmados e voluntários inocentes na fronteira da Venezuela com o Brasil.”

A nota do governo Donald Trump é uma resposta ao assassinato de dois indígenas na manhã de ontem por militares das Forças Armadas da Venezuela.

Os soldados dispararam contra um grupo de civis e indígenas que tentavam manter a fronteira com o Brasil aberta.

O ditador Nicolás Maduro ordenou o fechamento da fronteira brasileira com o objetivo de impedir a entrada de ajuda humanitária para o sofrido povo venezuelano.

Em seu comunicado, a Casa Branca afirmou que Maduro “deu ordens para reprimir aqueles que buscam levar ajuda ao país”, registra a agência AFP.

“A violação atroz dos direitos humanos por parte de Maduro e quem seguem as suas ordens não ficará impune”, advertiram os Estado Unidos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários