- PUBLICIDADE -

Maduro pagou cachê de US$ 60 mil a músico em aniversário

Maduro classifica reunião entre Duque e Trump com 'festa de ódio'
- PUBLICIDADE -

A festa de aniversário do ditador foi criticada fortemente na Venezuela.

Um cachê de US$ 60 mil foi pago para o cantor Bonny Cepeda, da República Dominicana, se apresentar na celebração dos 58 anos do ditador Nicolás Maduro, da Venezuela.

A festança aconteceu no dia 23 de novembro do ano passado em meio à proliferação da pandemia de coronavírus.

A informação foi revelada pelo próprio artista, que é vice-ministro da Cultura da República Dominicana, em entrevista ao programa “Alofoke Radio Show“.

A oposição da Venezuela, liderada por Juan Guaidó, criticou, nesta quarta-feira (13), Maduro pelos gastos com festas particulares enquanto o povo venezuela enfrenta uma crise social e econômica sem precedentes.

Em mensagem via Twitter, o representante de Guaidó na Colômbia, Tomás Guanipa, lamentou:

“O desprezo de Maduro e de sua cúpula está se tornando cada dia mais dantesco. Enquanto um venezuelano ganha menos de um dólar por mês, Maduro paga US$ 60 mil a um cantor para vir ao país e cantar no seu aniversário.”

Enquanto os venezuelanos morrem de fome e pelo colapso do sistema de saúde“, Maduro paga “milhares de dólares para contratar um cantor de salsa” para comemorar seu aniversário, completou Guanipa.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -