Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Maduro prende militares por apoiar suposto complô dos EUA

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Maduro prende militares por apoiar suposto complô dos EUA
COMPARTILHE

Maduro diz ter enfrentado “tentativas de capturar oficiais para colocá-los a serviço da estratégia da Colômbia e dos gringos”.

O ditador Nicolás Maduro confirmou que vários militares da Venezuela foram presos acusados de apoiar supostos planos dos Estados Unidos e da Colômbia para derrubar o regime chavista.

Em entrevista transmitida neste domingo (17), Maduro declarou:

“Nos últimos meses desmembramos, com a participação própria de oficiais de nossa Força Armada, mais de 47 tentativas de capturar oficiais para colocá-los a serviço da estratégia da Colômbia e dos gringos.”

E, segundo a agência AFP, acrescentou:

“Tem gente presa por isso, alguns cederam e foram comprados e simplesmente foram descobertos ou interceptados pela informação de oficiais patriotas.”

O líder chavista destacou que os militares presos buscavam “roubar mísseis” na Venezuela, além de “tentar anular o sistema” de aviões Sukhoi, de radares fixos e móveis, e “o sistema de torpedos e defesa de mísseis da Armada Bolivariana”.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.