- PUBLICIDADE -

Maduro quer que EUA e Colômbia extraditem “assassinos de aluguel”

- PUBLICIDADE -

O ditador da Venezuela diz que 11 “assassinos de aluguel” foram treinados na Colômbia e receberam dinheiro para matá-lo.

Nicolás Maduro disse que 11 “assassinos de aluguel” foram treinados na Colômbia e receberam US$ 50 milhões para matá-lo como parte do suposto ataque frustrado de sábado, quando dois drones foram detonados durante uma parada militar.

Militares ficaram feridos, mas o ditador escapou ileso. Opositores acusam o ditador de forjar o ataque para aprofundar repressão política.

Segundo o ditador, os envolvidos estavam planejando um ataque para o dia 5, que teria sido adiado porque os dois drones não tinham chegado.

Ele acrescentou dizendo que os agressores acompanharam suas aparições públicas e foram informados de que poderiam ir para os Estados Unidos.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -