Maduro rechaça pedido de intervenção militar feito por líder opositor

Idiomas:

Português   English   Español
Maduro rechaça pedido de intervenção militar feito por líder opositor
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Nicolás Maduro menosprezou a posse simbólica do líder opositor Juan Gauído.


O ditador da Venezuela rechaçou nesta sexta-feira (11) o pedido de intervenção militar feito pelo presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaído, para tirá-lo do poder.

Nicolás Maduro afirmou que continuará no comando do país sul-americano, apesar da reprovação de boa parte da comunidade internacional.

Apesar de ter sido empossado para um segundo mandato na quinta-feira (10), o pleito realizado em maio do ano passado, que foi vencido por Maduro, é considerado fraudulento por muitas nações.

Em discurso no Palácio de Miraflores, segundo a agência “EFE“, Maduro declarou:

Lá eles fazem o seu show, o seu jogo e seu escárbio, porque zombam do seu próprio povo. Aqui nós (continuamos) com o nosso trabalho, temos muito trabalho a fazer. Continuarei cumprindo as minhas funções, para as quais vocês me elegeram, com firmeza, com coragem”.

Nesta sexta-feira (11), a Assembleia Nacional, único poder controlado pela oposição, realizou uma sessão na qual o presidente da Casa, Juan Guaidó, se declarou presidente interino, pediu intervenção militar, civil e estrangeira na Venezuela, pois, de acordo com ele, o poder foi “usurpado” por Maduro.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...