Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maduro reforça bloqueio de ponte na fronteira com Colômbia

Maduro reforça bloqueio de ponte na fronteira com Colômbia
COMPARTILHE

Militares venezuelanos reforçaram o bloqueio de uma importante ponte na fronteira com a Colômbia.

Em meio à disputa entre a ditadura de Nicolás Maduro e o líder opositor Juan Guaidó pela entrada de ajuda humanitária no país, os militares seguem ignorando o apelo internacional e mantendo as fronteiras bloqueadas.

Novos contêineres de carga foram posicionados nesta quinta-feira (14) na barreira da ponte de Tienditas, que liga Cúcuta, na Colômbia a Ureña, na Venezuela. Agentes armados da Guarda Nacional seguem protegendo a ponte, informa o Estadão.

A ponte de Tienditas ainda não foi oficialmente inaugurada. O fechamento temporário da fronteira com a Colômbia – ordenado pela ditadura Maduro no fim de 2015 e suspenso meses depois – adiou a abertura.

A ajuda humanitária foi enviada pelos Estados Unidos a Cúcuta a pedido de Guaidó, líder do Parlamento e reconhecido por vários países como presidente interino do país.

Maduro rejeita a ajuda por considerá-la um “pretexto” para uma intervenção militar liderada por Washington. A oposição pediu aos militares, a grande base de apoio de Maduro, que permitam a entrada de ajuda humanitária.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários