Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Maduro volta a endurecer censura na Venezuela

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Maduro volta a endurecer censura na Venezuela
COMPARTILHE

A perseguição chavista contra membros da imprensa fez até a ONU descer do muro e criticar a ação do regime Maduro.

O ditador Nicolás Maduro voltou a endurecer a censura na Venezuela em meio ao anúncio da insurreição militar feito pelo presidente interino Juan Guaidó.

Após anos de perseguição contra jornalistas nacionais e estrangeiros, expropriação de emissoras de TV e sufoco financeiro aos grandes jornais, a liberdade de expressão na Venezuela ainda segue sob ataque do regime chavista.

Segundo o Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa (SNTP), apenas na quarta-feira (1º) foram doze jornalistas vítimas de ataques e prisões.

Ao longo da semana, foram 60, incluindo as deportações de jornalistas estrangeiros que tentaram entrar no país às pressas por conta da insurreição militar fracassada da última terça-feira (30).

A situação complicada dos membros do jornalismo venezuelano fez a ONU emitir um nota em solidariedade à imprensa.

Segundo a Folha, o secretário-geral, António Guterres, afirmou que “nenhuma democracia está completa sem acesso a uma informação transparente e confiável”.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.