Mãe mata menino em Imbé após meses de tortura

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Menino morto pela mãe em Imbé era obrigado a escrever frases ofensivas em caderno.

O menino Miguel dos Santos Rodrigues, de 7 anos, foi morto pela própria mãe, Yasmin Rodrigues, de 26 anos.

Yasmin confessou o crime e está presa na Penitenciária Feminina de Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Na noite de terça-feira (3), a Polícia Civil apreendeu cadernos com frases ofensivas, que segundo a investigação eram copiadas por Miguel.

O delegado Antonio Carlos Ractz disse que Miguel era obrigado a copiar frases como “eu sou um idiota”, “não mereço a mamãe que eu tenho”, “eu sou ladrão, “eu sou ruim” e “eu sou um filho horrível”, destaca o portal G1.

Caderno com frases escritas pelo Miguel, segundo a Polícia Civil. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Conversas divulgadas pela polícia mostram a mãe e a madrasta de Miguel, Bruna Nathieli Porto da Rosa, conversando sobre a compra de uma corrente, que teria sido utilizada para torturar o garoto.

Bruna também está presa. 

De acordo com a confissão feita à polícia, a mãe dopou a criança usando medicamentos, colocou o corpo dentro de uma mala e jogou no Rio Tramandaí, há uma semana.

O Corpo de Bombeiros Militar acredita que o corpo tenha sido levado para o mar, onde o rio desemboca, devido à vazante. As buscas chegaram ao sétimo dia nesta quarta-feira (4).

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.