Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maia classifica nota de Heleno como uma ‘ameaça’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Maia classifica nota de Heleno como uma ameaca
Imagem: Marcos Corrêa/PR
COMPARTILHE

“Ameaça é muito ruim, não é esse o caminho. Isso só afasta o STF do governo e cria mais instabilidade no momento de hoje”, disse Maia.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, criticou, nesta sexta-feira (22), a nota à nação brasileira divulgada pelo ministro-chefe do Gabinete da Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

O general disse que “haverá ‘consequências imprevisíveis para a estabilidade institucional” se o celular do presidente da República, Jair Bolsonaro, for apreendido por determinação judicial.

A nota de Heleno se referia ao fato de o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, ter encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que se manifestasse sobre o pedido de apreensão do telefone. 

Em entrevista à emissora¹ local, no fim da tarde de ontem, Maia declarou:

“Ameaça é muito ruim, não é esse o caminho. Isso só afasta o STF do governo e cria mais instabilidade no momento de hoje.”

Maia disse² que a nota de Heleno “sinaliza no exterior” que não é possível “investir no Brasil”:

“Essas agressões que confrontam, que agridem, como o general Heleno fez no início do ano acusando o Parlamento de charlatanismo, a cada vez, o que sinaliza no exterior é que não se pode investir no Brasil.”

Referências: [1][2]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram