PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Maia cogita restrições contra quem não tomar vacina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É óbvio que alguma restrição deve ocorrer”, diz Maia.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, admitiu, nesta segunda-feira (2), a possibilidade de impor restrições contra quem não aceitar tomar uma futura vacina contra o coronavírus no Brasil.

Durante live promovida pelo jornal Valor Econômico, Maia declarou:

“Há caminhos em que você não precisa obrigar, mas pode restringir o acesso das pessoas em alguns equipamentos públicos. Também existem muitas decisões de alguns países que só permitem a entrada das pessoas se tiverem tomada uma vacina específica.”

Maia acrescentou que o debate sobre obrigatoriedade ou não de vacinação tem que ser feito com cuidado:

“O importante é que todos os brasileiros tenham acesso a vacina. E aqueles que não querem tomar vacina, é óbvio que alguma restrição deve ocorrer, mas isso precisa ser construído no Parlamento, junto com o Executivo. Essa união é importante para que não parece que um Poder está contra o outro.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.