Português   English   Español
Português   English   Español

Maia conecta supostas ‘milícias virtuais’ a Carlos Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Maia conecta supostas ‘milícias virtuais’ a Carlos Bolsonaro

Maia disse estar conversando com parlamentares sobre “a necessidade de investigar milícias virtuais”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que, desde fevereiro, está conversando com parlamentares sobre “a necessidade de investigar milícias virtuais”.

Durante o 7º Fórum Jurídico de Lisboa, na capital de Portugal, na última segunda-feira (22), Maia teria conversado com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, sobre a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a publicação das famosas “fake news”.

Já nesta terça-feira (23), o deputado Alexandre Leite (DEM-SP) afirmou já ter coletado 100 assinaturas para a criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) sobre esta questão. Ele precisa do apoio de 171 deputados e de 27 senadores.

Segundo a RENOVA, Leite declarou:

“Vamos investigar quadrilhas e milícias virtuais que promovem difamação de imagem com notícias falsas. Se existe um órgão de imprensa que faz parte disso, não estará impune. Mas o foco não é a imprensa. Vamos em busca de empresas e pessoas especializadas nisto: em produzir fake news.”

Questionado por O Antagonista sobre a possibilidade desta CPMI promover a censura, como no caso recente envolvendo o ministro Alexandre de Moraes e a revista Crusoé, o deputado federal Rodrigo Maia declarou:

“Não é CPI da censura, não tem nada a ver com episódio da semana passada. Inclusive, pedi para esperarem alguns dias, até depois do feriado, para não parecer que há relação com algum meio de comunicação.”

Maia reclama, no entanto, que foi massacrado nas redes sociais durante a negociação inicial sobre a tramitação da reforma da Previdência e atribui os supostos ataques coordenados ao vereador fluminense Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: