- PUBLICIDADE -

Maia defende veto de Bolsonaro ao reajuste dos servidores

Excludente de ilicitude é perigoso, diz Rodrigo Maia

“O melhor para o Brasil é a manutenção do veto”, disse o parlamentar do DEM.

- PUBLICIDADE -

Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados, comentou, nesta quinta-feira (20), sobre o veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, relativo ao congelamento de salários de servidores públicos. 

O veto, que é uma contrapartida ao auxílio de R$ 60 bilhões a estados e municípios que a União destinará durante a pandemia de coronavírus, foi derrubado, na quarta-feira (19), pelo Senado Federal.

Em coletiva de imprensa, Maia declarou:

“Estamos trabalhando para que a gente consiga na tarde de hoje manter o veto.”

Maia disse ter ciência da pressão contra o veto por parte das categorias, mas reafirmou o compromisso com a responsabilidade fiscal, destaca o site Congresso em Foco.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -