Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maia diz que Previdência vai atrasar sem reforma de militares

Maia diz que Previdência vai atrasar sem reforma de militares
Imagem: Cristiano Mariz/VEJA
COMPARTILHE

O presidente da Câmara dos Deputados enviou um alerta ao governo de Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (25).

Rodrigo Maia disse que se o governo não enviar a proposta de reforma da Previdência dos militares, a tramitação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que muda as regras da aposentadoria para os trabalhadores civis vai atrasar.

Segundo o presidente da Câmara, a votação do texto da PEC no plenário deve acontecer em junho. Ele reforçou:

“Disse ao Onyx [Lorenzoni, ministro da Casa Civil] que se não encaminhar, vai atrasar. O governo pode ficar tranquilo que votaremos as duas na mesma semana no plenário, não há chance de votar uma e deixar outra parada. Não mandaram a dos militares. Então, na semana que vem, mesmo que chame para instalar as comissões, não vai [acontecer].”

Sobre o tipo de sistema de capitalização, o presidente da Câmara opinou que tem de ser um sistema misto. Maia acrescentou:

“Um sistema puro de capitalização, em um País com tanta desigualdade e miséria, é difícil.”

O presidente da Câmara ainda disse que o governo e seus apoiadores precisam usar as redes para defender a reforma da Previdência, registrou o Estadão.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários