Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maia ironiza projeto que criminaliza queima da bandeira do Brasil

Maia mantém deputados suspensos do PSL em comissões
Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
COMPARTILHE

“E as faixas pedindo o fechamento do Congresso? Também terão punição na lei?”, ironizou Maia.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, ironizou, nesta quarta-feira (3), a proposta apresentada pelo deputado Guilherme Derrite (PP-SP) para tornar crime o ato de queimar bandeiras do Brasil.

Caso seja aprovada, a legislação vai prever uma pena de reclusão de dois a quatro anos para quem “ultrajar e desonrar a bandeira nacional”.

Ao comentar sobre o projeto no plenário da Câmara, Derrite declarou:

“A nossa legislação prevê apenas uma contravenção penal para quem comete esse ato delituoso. Creio eu que isso seja suprapartidário, tanto os parlamentares da esquerda, da direita e do centro ficaram extremamente envergonhados não somente em Curitiba, mas com o quem vem ocorrendo em algumas manifestações.”

O deputado continuou:

“Esse PL criminaliza de maneira mais rígida, tornando uma pena de reclusão de 2 a 4 anos, deixa de ser uma contravenção penal e passa a ser crime ultrajar e desonrar nossa bandeira nacional.”

Após ouvir o relato do parlamentar do PP, Maia ironizou:

“E as faixas pedindo o fechamento do Congresso? Também terão punição na lei?”

Guilherme Derrite então continuou: 

“Acho que isso pode ser tratado também no Projeto de Lei”.

Confira o vídeo:

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários