Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maior banco da Alemanha encerra negócios com Trump

Maior banco da Alemanha encerra negócios com Trump
COMPARTILHE

A Organização de Donald Trump inclui vários hotéis e resorts de golfe.

O Deutsche Bank, maior banco da Alemanha, se juntou a outras empresas do Vale do Silício e decidiu se afastar do presidente Donald Trump, dos Estados Unidos.

A decisão é mais um revés para o chefe da Casa Branca, que está sendo acusado pelo Partido Democrata de promover uma insurreição no país.

A informação foi dada inicialmente pelo jornal The New York Times e pelo portal de notícias Bloomberg. O Deutsche Bank não quis comentar as reportagens.

Na última semana, a diretora-executiva do Deutsche Bank nos EUA, Christiana Riley, condenou a invasão ao Capitólio em post nas redes sociais:

“Temos orgulho de nossa Constituição e apoiamos os que tentam mantê-la, de modo a assegurar que a vontade do povo seja preservada e que ocorra uma transição de poder pacífica.”

Em 2020, a agência Reuters noticiou que o banco alemão já buscava formas de encerrar as relações de negócio com Trump após as eleições de novembro.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Valdir Sola
Valdir Sola
5 dias atrás

Essa bosta de banco que está mais quebrado que arroz de terceira, que é uma verdadeira bomba atômica esperando para explodir, deve ter recebido fundos do Valdemar para tomar essa decisão.

PUBLICIDADE