Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maior buraco na camada de ozônio do Ártico se fecha

Maior buraco na camada de ozonio do Artico se fecha
Imagem: CC BY 2.0 / Centro de Voos Espaciais Goddard / A Snapshot of Sea Ice
COMPARTILHE

O buraco na camada da Antártica segue sendo a grande preocupação dos cientistas.

O maior buraco na camada de ozônio, com mais de um milhão de quilômetros quadrados, foi descoberto no Ártico por cientistas em março.

No entanto, recentemente, de acordo com anúncio feito pelo Copernicus, programa de observação da Terra da União Europeia, o buraco se fechou. 

Além do tamanho impressionante, o buraco também foi responsável por esgotar o ozônio na camada a uma altitude de cerca de 18 km.

A Agência Espacial Europeia (ESA) disse que o fechamento não teve relação com a atividade humana, ou com a diminuição da emissão de poluentes causado pelo isolamento social no mundo devido à pandemia de coronavírus.

A causa e a solução do buraco no Ártico foi um vórtice polar de ar frio que, que teve sua força reduzida e permitiu que o buraco fosse fechado, destaca a revista Exame.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários