Português   English   Español
Português   English   Español

Maior jornal da China ajuda regime a censurar a internet

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O People’s Daily (Diário do Povo, em tradução livre) se coloca “entre os jornais mais influentes e autorizados da China”.

Atuando como porta-voz oficial do Partido Comunista, o jornal Diário do Povo é o mais lido da China.

Ultimamente, além de influenciar a população com a divulgação de informações partidárias, o jornal agora está ajudando o regime comunista chinês a censurar a internet.

O jornal referiu-se eufemisticamente a essa estratégia em expansão como “controle de risco de conteúdo” em um relatório recente.

De acordo com matéria do jornal South China Morning Post, com sede em Hong Kong, o trabalho do Diário do Povo envolve “despachar censores experientes para revisar matérias e vídeos online de outras plataformas de mídia” para garantir que qualquer conteúdo esteja de acordo com a doutrina e restrições oficiais do partido.

Isso está sendo bom para os negócios: as operações online do jornal People’s Daily estão listadas no mercado de ações de Xangai e suas ações estão em alta.

Nos últimos três meses, o preço das ações da do jornal quadruplicou, frequentemente pressionando as regras do mercado chinês, que limitam ganhos e perdas diárias a 10%.

Em uma atualização para investidores no início deste ano, o Diário do Povo disse que o negócio de revisão de conteúdo deve gerar crescimento de receita de 166% em 2018, informa o Quartz.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!