77% dos esquerdistas com ensino superior nos EUA acreditam que gênero não é determinado no nascimento

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O público americano está fundamentalmente dividido sobre se é possível que alguém seja de um gênero diferente do sexo que lhe foi atribuído no nascimento.


De acordo com pesquisa recente realizada pelo Pew Research Center, 3 em cada 4 democratas com educação universitária (77%) dizem que o gênero de uma pessoa pode ser diferente do sexo do nascimento.

Por outro lado, ao contrário dos democratas, a maior parte dos republicanos prefere acreditar na biologia.

A pesquisa revelou que 8 em cada 10 republicanos afirmam que o sexo do nascimento é o que determina se o gênero é masculino ou feminino.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

No geral, pouco mais da metade dos americanos (54%) dizem que o sexo do nascimento determina se uma pessoa é homem ou mulher, enquanto 44% dizem que alguém pode ser homem ou mulher, mesmo que não esteja de acordo com o sexo atribuído no nascimento.

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...