Mais 32 irregularidades em contratos da estatal Petrobras

O acordo de leniência fechado pela SBM Offshore apontou ao menos 32 contratos que tiveram algum problema ou irregularidade entre a empresa da Holanda e a Petrobras.

A holandesa SBM oficializou na quinta-feira (26) acordo de leniência com a Advocacia-Geral da União (AGU), o Ministério da Transparência e a Controladoria-Geral da União (CGU), além da própria estatal petrolífera do Brasil.

Com o acordo, a empresa da Holanda se compromete a devolver R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos entre valores pagos diretamente pela companhia e quantias que serão abatidas de contratos em andamento.

Uma das exigências é que, no prazo de 90 dias, a empresa já devolva R$ 549 milhões que envolvem multa e antecipação de danos à Petrobras.

Além dessa devolução, a SBM abaterá R$ 667 milhões em pagamentos futuros de contratos que estão vigentes, totalizando os R$ 1,2 bilhão determinados no acordo de leniência.

 

Com informações do G1
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia