- PUBLICIDADE -

Mais crianças da Venezuela estão entrando sozinhas ao Brasil

Mais crianças da Venezuela estão entrando sozinhas ao Brasil
- PUBLICIDADE -

Por não possuírem um responsável legal no Brasil, os menores de idade não podem se matricular na escola ou ter carteira do SUS.

O agravamento da crise humanitária na Venezuela tem elevado o número de crianças e adolescentes cruzando a fronteira do Brasil desacompanhados.

Entre 1º de maio a 21 de novembro de 2019, 529 menores de idade passaram pelo posto na fronteira. Destes, 59% estavam com um adulto que não é seu parente ou responsável legal e 41%, totalmente sozinhos. 

A maioria — 90% — tinha entre 13 e 17 anos, mas havia também crianças abaixo dessa idade. Cerca de 60% são meninas.

Os números foram divulgados pela Defensoria Pública da União (DPU), que faz o atendimento inicial a esses imigrantes na fronteira. 

Entre agosto e dezembro de 2018 haviam sido registrados apenas 85 casos. No entanto, em 2019, apenas no mês de maio foram 113, registra o jornal Folha.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -