Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Mais de 2,3 mil pedidos de anistia indeferidos por Damares em 2019

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Damares defende movimento continental contra o aborto

A Comissão de Anistia foi criada em 2001. Os processos são analisados de forma individual.

A Comissão Nacional de Anistia publicou, nesta terça-feira (7), portarias com o indeferimento de mais 101 pedidos analisados nas últimas sessões do ano passado. 

A comissão está sob o guarda-chuva do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), comando pela ministra Damares Alves.

Ao todo, em 2019, mais de 2,3 mil pedidos de anistia foram indeferidos, sendo que 2,1 mil estão relacionados a requerimentos apreciados em gestões passadas. 

Outras 35 portarias tratam de indeferimento de pedidos de cabos da Aeronáutica desligados durante o regime militar. 

“Os processos de anistia são analisados individualmente pela Comissão de Anistia, mesmo que sejam incluídos em blocos no momento de elaboração da pauta da sessão. Cada caso é estudado pelo conselheiro-relator, que elabora o seu parecer de acordo com suas convicções. Em seguida, é votado por todos os membros presentes na sessão. A comissão emite um parecer e o envia para análise do ministro”, disse o ministério, segundo o site Congresso em Foco.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias