- PUBLICIDADE -

Mais de 30 delatores dão calote de R$ 120 milhões na Justiça

Mais de 30 delatores dão calote de R$ 120 milhões na Justiça

- PUBLICIDADE -

Dos 217 colaboradores que tiveram acordos de delação premiada homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), 31 estão atualmente “inadimplentes” com a Justiça.

Segundo dados do Sistema de Monitoramento de Colaborações (Simco) do Ministério Público Federal, o “calote” dos delatores chega a R$ 120,8 milhões, informa o jornalista Fausto Macedo.

O atraso nos pagamentos das multas pode levar à abertura de procedimentos administrativos e, eventualmente, até mesmo à rescisão de acordos.

Uma quebra no acordo faz com que o indivíduo na condição de delator perca os benefícios acertados após concordar em repassar informações ao Ministério Público e colaborar com a Justiça.

A Procuradoria não informa a relação de nomes dos delatores “caloteiros”, sob a alegação de que a informação está sob sigilo. 

O empresário Marcelo Odebrecht, por exemplo, teve de pagar R$ 73 milhões à Justiça em seu acordo. No seu caso, a dívida foi quitada à vista.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -