Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mais de 600 mil assinaturas em abaixo-assinado por voto aberto na Câmara e Senado

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Mais de 600 mil assinaturas em abaixo-assinado por voto aberto na Câmara e Senado

O abaixo-assinado que pede votação aberta nas eleições da Câmara e do Senado superou as 600 mil assinaturas nesta terça-feira (15).

“A publicidade e transparência dos atos públicos são princípios constitucionais”, diz um trecho do texto do abaixo-assinado publicado no site “Change.org“.

O procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, está sendo um dos principais incentivadores da iniciativa.

“Já são mais de MEIO MILHÃO DE ASSINATURAS em APENAS 3 DIAS (a média é 2 por segundo!)”, disse Dallagnol em publicação no Twitter nesta segunda-feira (18).

O número subiu bastante nas últimas horas. O objetivo da campanha é alcançar 1 milhão de assinaturas. No momento de produção desta matéria, o abaixo-assinado contava com pouco mais de 618 mil nomes.

Confira a íntegra do texto do abaixo-assinado e, caso tenha interesse, assine clicando AQUI:

A Constituição estabelece a eleição para a Presidência da Câmara e do Senado a cada dois anos, sempre em 1º de fevereiro, porém não define se aberta ou fechada. A publicidade e transparência dos atos públicos são princípios constitucionais. Portanto, pedimos aos, até então, excelentíssimos presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira, que estabeleçam a votação aberta para a eleição das Mesas Diretoras, tornando possível a fiscalização dos parlamentares pela população.

Antes do início do recesso, o ministro Marco Aurélio (STF) aceitou um mandado de segurança que determinava que a votação para a Presidência do Senado fosse feita de forma aberta. De acordo com o ministro do Supremo, em decisão liminar sobre o voto aberto no Senado, em 19 de dezembro de 2018: “Prevalece, como direito inalienável dos cidadãos, a submissão dos atos de exercício de poder, tanto do Executivo como do Judiciário e do Legislativo, à luz meridiana”.

No dia 08/01/2019, foi protocolada ação no STF pedindo que a eleição para os cargos da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, incluindo a Presidência, fosse realizada por votação aberta.

Vivemos um momento propício para pressionarmos os parlamentares, que nós elegemos, a fim de que estabeleçam o voto aberto para a escolha das Mesas Diretoras (incluindo as Presidências da Câmara do Senado). Essa é uma demanda legítima dos cidadãos, que exigem poder acompanhar e cobrar os parlamentares eleitos. Os cidadãos brasileiros desejam absoluta transparência em torno de todos os processos que envolvam os trâmites na Câmara e no Senado. O voto secreto, na contramão do anseio popular e do princípio constitucional, prejudica o processo democrático. Portanto, o abaixo assinado, pretende exigir voto aberto para as Presidências da Câmara e do Senado.

Nós nos comprometemos também em estar atentos à quaisquer retaliações que os parlamentares eleitos e apoiadores da iniciativa possam sofrer por outros representantes políticos, contrários a eleição aberta. A população brasileira está cansada de barganhas políticas e estamos comprometidos em combater estas manobras tão prejudiciais ao bem estar social.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias