Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mais de 600 militares serão candidatos nas eleições deste ano

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Veremos um alto número de militares da ativa concorrendo a cargos do Legislativo nas eleições de 2018.

O deputado Major Olímpio (PSL-SP), que coordena a mobilização eleitoral de policiais militares, bombeiros e membros do Exército pelo país, afirma que pelo menos 600 estão confirmados para cargos de deputado federal, estadual e ao Senado.

Somente no Estado de São Paulo são 50 militares pré-candidatos.

Em 2014, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou a candidatura de 127 oficiais da ativa e da reserva.

O interesse por participar da disputa cresceu nos últimos meses após os militares perceberem o crescimento de Jair Bolsonaro (PSL) em pesquisas de intenção de voto. E explodiu após a greve dos caminhoneiros.

Os militares concorrerão pelo PSL, partido de Bolsonaro, e também por legendas aliadas, como PR e DEM. Ainda de acordo com Major Olímpio, cada partido já formou chapas completas, incluindo a cota de 30% de candidatas do sexo feminino.

“A intervenção militar será pelo voto, e não por armas”, afirmou o deputado.

 

Com informações de Congresso em Foco
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram