Português   English   Español

Mais de mil médicos cubanos já deixaram o Brasil

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) informou na manhã desta terça-feira (27) que 1.307 médicos cubanos deixara o país desde a última sexta-feira.

Sete voos fretados pela ditadura de Cuba partiram com os médicos rumo à ilha caribenha desde que o acordo de colaboração para o Mais Médicos foi rompido unilateralmente, segundo informações da Veja.

Os profissionais cubanos atuavam no Brasil, desde 2013, em 722 municípios do país 16 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) . Eles estavam concentrados em Unidas Básicas de Saúde para atender as populações mais vulneráveis.

Com o fim da colaboração, 8.300 profissionais cubanos deixarão o Brasil. A expectativa é de que a operação esteja concluída até o dia 12 de dezembro.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter