Mais de R$ 1 mi em dinheiro vivo apreendido com auditores presos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ao todo, foram localizados R$ 1.109.130,00, US$ 26,9 mil e 3,9 mil euros com os auditores da Receita. 

Divulgado pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (2), o balanço final da Operação Armadeira aponta que pouco mais de R$ 1 milhão em dinheiro vivo foi apreendido durante a ação contra auditores da Receita.

Os alvos da operação são acusados de cobrar propina de empresários e delatores da Lava Jato. Em troca do dinheiro, os servidores suspendiam multas e processos tributários no Fisco.

Somente na casa de Marco Aurélio Canal, apontado como um dos mais influentes da organização criminosa, foram localizados R$ 200 mil

Canal é acusado de receber R$ 4 milhões de Lelis Teixeira, réu da Lava Jato e ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor).

Lelis fez delação premiada e relatou ter negociado o pagamento para evitar multa contra a empresa de transportes carioca em um processo que corria na Receita, informa o site Metrópoles.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.