- PUBLICIDADE -

Mais de R$ 3,5 bilhões liberados para os cafeicultores do Brasil

Mais de R$ 3,5 bilhões liberados para os cafeicultores do Brasil
- PUBLICIDADE -

Um amplo volume de recurso já foi liberado e disponibilizado aos cafeicultores.

O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) atingiu volume de repasse nas linhas de crédito aos agentes financeiros superior a R$ 3,5 bilhões

O montante representa 61% da programação inicial de R$ 5,7 bilhões para a safra 2020/2021.   

Até esta terça-feira (17), segundo informações da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, foram disponibilizados R$ 1,18 bilhão para custeio, R$ 535 milhões para aquisição, R$ 1,4 bilhão para comercialização e R$ 417 milhões para capital de giro para indústrias de solúvel, torrefação e cooperativas de produção.  

Ao todo, são 30 agentes financeiros que assinaram contrato com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 

O diretor de Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Silvio Farnese, declarou: 

“O volume de recurso já liberado e disponível aos cafeicultores nesse início de safra é importante nessa fase de tratos culturais nos cafezais para garantia de boa produtividade.” 

Para a safra atual, os juros foram definidos em até 5,25% para Custeio, Comercialização e Aquisição – FAC (quando o beneficiário for uma cooperativa de cafeicultor) e de 6,75% para Capital de Giro e para FAC (demais beneficiários). 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -