Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Mais Médicos buscava formar ‘núcleos de guerrilha’ no Brasil, diz Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Mais Médicos buscava formar ‘núcleos de guerrilha’ no Brasil, diz Bolsonaro

Bolsonaro disse que os médicos cubanos falharam em salvar Hugo Chavez e que o PT “estuprou” questão humanitária.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez duras críticas, nesta quinta-feira (1º), ao programa “Mais Médicos” e aos cubanos.

Durante o lançamento do programa “Médicos pelo Brasil“, Bolsonaro afirmou que o objetivo do programa criado em 2013 pela então presidente Dilma Rousseff (PT) era formar “núcleos de guerrilha no Brasil”:

“Se os cubanos fossem tão bons assim, teriam salvado a vida de Hugo Chavez. Não deu certo, deu azar. Se os cubanos fossem tão bons assim Dilma e Lula teriam aqui no Planalto para atendê-los cubanos e não brasileiros.”

O chefe do Executivo afirmou ainda que tentou interferir na questão enquanto era deputado federal, mas que não teve sucesso porque “o Parlamento era conduzido de outra forma”, segundo o site Poder360.

Bolsonaro acrescentou que “a imprensa tinha um carinho muito especial com o governo, […] não falava numa questão muito a ver com direitos humanos. É que os cubanos não poderiam trazer seus familiares”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email