Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mandetta usou ‘números fictícios’ para ‘vender pavor’, diz Bolsonaro

Bolsonaro tem reuniao com Mandetta sobre combate a pandemia
Imagem: Pablo Jacob / Agência O Globo
COMPARTILHE

“Gosto do Mandetta como pessoa, tá certo? Mas ali… deu uma escorregadinha na questão da pandemia”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou, nesta quita-feira (11), a atuação do ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

Durante live semanal no Facebook, Bolsonaro disse que Mandetta divulgou números “fictícios” de infectados e mortos pelo coronavírus no Brasil.

“Não vou falar do Teich, porque ele ficou pouco tempo no Ministério. Ficou um mês. Mas, levando em conta o ministro anterior [Mandetta], esses números eram fictícios. Eram fictícios.”

Bolsonaro também ironizou os conselhos do ex-ministro para que a população ficasse em casa:

“E ele tava todo vendendo o peixe: ‘Fique em casa, não saia, a curva, ciência, foco… foco na OMS’. Olha aí a OMS. Olha o vexame da OMS.”

O chefe do Executivo sugeriu que havia interesse, por parte de Mandetta, em amedrontar a população:

“Gosto do Mandetta como pessoa, tá certo? Mas ali… deu uma escorregadinha na questão da pandemia. Deu uma inflada aí. Houve algum exagero por ocasião daqueles números naquela época porque o objetivo era vender o pavor.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários