Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Marcelo Bretas condena empresário Miguel Iskin a 11 anos de prisão

Bretas nega soltura a responsável por entrega de propina a Cabral
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Bretas é o juiz responsável pelas investigações da operação Lava Jato no Rio de Janeiro. 

O juiz Marcelo Bretas condenou o empresário Miguel Iskin a 11 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa.

Iskin foi acusado de ter cometido crimes em negócios na Saúde do Rio de Janeiro durante a gestão do ex-governador Sérgio Cabral.

Sócio dele nos negócios e nos esquemas criminosos, Gustavo Estellita foi condenado a 9 anos e 10 meses de prisão pelos mesmos crimes.

Essa é a segunda sentença contra ele e o seu sócio por desvios na Saúde do Rio. 

Na primeira sentença, Bretas condenou Skin a 24 anos e 7 meses de prisão. Já Estellita foi condenado a 21 anos e um mês de prisão. 

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários