Marcelo Crivella consegue barrar processo de impeachment

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em sessão extraordinária, por 29 votos a 16, os vereadores do Rio de Janeiro rejeitaram nesta quinta-feira (12) a abertura do processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella.

Os vereadores derrubaram pedidos da oposição para investigar o prefeito do Rio de Janeiro. Crivella ainda responderá ação civil pública sob acusação de ferir a laicidade do Estado na sua administração

O pedido havia sido feito com base na reunião de Crivella com pastores, no Palácio da Cidade, em que o prefeito prometeu resolver problemas com IPTU e agilidade para cirurgias de catarata aproveitando “que Deus nos deu a oportunidade de estar na prefeitura para esses processos andarem”.

A oposição também tenta recolher assinaturas para instaurar duas CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre suposta irregularidade nas filas para cirurgias em hospitais públicos e na concessão de isenção de IPTU a igrejas.

O Tribunal de Contas do Município (TCM) decidiu também questionar o prefeito sobre por que não tomou medidas para evitar o déficit de R$ 1,6 bilhão no ano passado.

 

Com informações de O Antagonista | Gazeta do Povo

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.