Marco Aurélio critica liberação de cultos e missas por Nunes Marques

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Aonde vamos parar? Tempos estranhos!", exclamou Marco Aurélio.

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, criticou, neste domingo (4), a decisão do colega na Corte, Nunes Marques.

Em liminar, Nunes Marques decidiu pela liberação da realização de cultos e missas no pior momento da pandemia de coronavírus no Brasil.

Em conversa com o jornal Estadão, Marco Aurélio chamou Nunes Marques de “novato”:

“O novato, pelo visto, tem expertise no tema. Pobre Supremo, pobre Judiciário. E atendeu a associação de juristas evangélicos. Parte legítima para a ADPF (tipo de processo que discute cumprimento à Constituição)? Aonde vamos parar? Tempos estranhos!”

O ministro tem aposentadoria marcada para julho, abrindo uma segunda vaga para indicação do presidente da República, Jair Bolsonaro.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.