- PUBLICIDADE -

Marco Aurélio quer limitar ato monocrático de ministros do STF

Marco Aurélio tem dúvidas quanto à condenação de Lula
- PUBLICIDADE -

“Esforços devem ser feitos visando, tanto quanto possível, preservar a harmonia”, diz ministro.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, fez um pedido ao presidente da Corte, Dias Toffoli, nesta segunda-feira (4).

Marco Aurélio sugeriu que decisões que envolvam atos de competência de outros Poderes passem a ser julgadas pelo plenário. 

A proposta foi enviada após críticas do presidente da República, Jair Bolsonaro, a liminares recentes deferidas de forma monocrática.

A última diz respeito a suspensão da nomeação do delegado Alexandre Ramagem para a chefia da Polícia Federal (PF).

“Esforços devem ser feitos visando, tanto quanto possível, preservar a harmonia preconizada constitucionalmente”, disse o ministro, segundo a revista Exame.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -