Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Marco Aurélio vai adiar depoimento de Bolsonaro à PF

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Marco Aurelio critica novo decreto de Bolsonaro
Imagem: STF | Isac Nóbrega/PR
COMPARTILHE

“Eu não parto para autofagia. Não casso decisão de colega”, diz Mello.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, vai adiar o depoimento do presidente da República, Jair Bolsonaro, à Polícia Federal (PF).

A decisão é consequência de um recurso da Advocacia Geral da União (AGU) protocolado, na quarta-feira (16), contra a determinação do ministro Celso de Mello que impedia Bolsonaro de prestar depoimento por escrito.

O chefe do Executivo é investigado no caso que apura se houve ingerência na PF. O caso foi aberto após denúncia do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em entrevista ao site Poder360, Marco Aurélio disse que irá esperar até que o plenário da Corte julgue o recurso da AGU para dar sequência ao processo. 

“Eu não parto para autofagia. Não casso decisão de colega”, disse o magistrado.

“No Pleno eu estarei livre para endossar o ministro Celso ou para contrariar esse ponto de vista”, acrescentou Mello.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram