PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Marco Feliciano denuncia os malefícios do politicamente correto

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Em entrevista aos jornalistas André Dominguez e Morris Kachani do Estadão, o pastor e deputado Marco Feliciano falou sobre uma ampla gama de assuntos, entre eles o avanço do politicamente correto no Brasil.

Marco Feliciano começou a entrevista dizendo que o cenário político brasileiro está num estado “caótico e sem luz no fim do túnel. E a imprensa tem um papel fundamental no momento pelo qual o Brasil passa. Não está mais nas mãos dos políticos”.

O pastor também negou que o pré-candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, seja um político extremista:

Ele é um homem de direita, de posturas, de posicionamentos extremamente fundamentados, mas não é da extrema direita. Ele fala o que não é politicamente correto.

Ele aproveitou o gancho para denunciar os malefícios da agenda politicamente correta:

E o politicamente correto está acabando com o nosso país, porque acaba com um dos maiores direitos do ser humano dentro de uma democracia: a liberdade de expressão. O Bolsonaro fala o que pensa. É claro que existem várias maneiras de dizer aquilo que se pensa, mas como o Bolsonaro fala para o povão, ele diz o que o povo queria falar, mas não pode por causa do patrulhamento, que é chato demais.

 

Lei a entrevista completa no Estadão
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.